Karl Marx

pensamentos, frases, Karl Marx
Karl Marx


Quanto menos comes, bebes, compras livros e vais ao teatro, pensas, amas, teorizas, cantas, sofres, praticas esporte, etc., mais economizas e mais cresce o teu capital. És menos, mas tens mais. Assim todas as paixões e atividades são tragadas pela cobiça.

A história da sociedade até aos nossos dias é a história da luta de classes.


As revoluções são a locomotiva da história.

Não é a consciência do homem que lhe determina o ser, mas, ao contrário, o seu ser social que lhe determina a consciência.

A religião é o suspiro da criança acabrunhada, o coração de um mundo sem coração, assim como também o espírito de uma época sem espírito. Ela é o ópio do povo.

O dinheiro é a essência alienada do trabalho e da existência do homem, a essência domina-o e ele adora-a.

Se o bicho da seda tecesse para ligar as duas pontas, continuando a ser uma lagarta, seria o assalariado perfeito.

Os operários não têm pátria.

As idéias dominantes numa época nunca passaram das idéias da classe dominante.

Os homens fazem a sua própria história, mas não o fazem como querem... A tradição de todas as gerações mortas oprime como um pesadelo o cérebro dos vivos.

Os filósofos se limitaram a interromper o mundo de diversas maneiras; o que importa é modificá-lo.

A história se repete, a primeira vez como tragédia e a segunda como farsa.

A imprensa livre é o olhar onipotente do povo, a confiança personalizada do povo nele mesmo, o vínculo articulado que une o indivíduo ao Estado e ao mundo, a cultura incorporada que transforma lutas materiais em lutas intelectuais, e idealiza suas formas brutas.

A propriedade privada tornou-nos tão estúpidos e limitados que um objeto só é nosso quando o possuímos.

O comunismo não é para nós um estado que deve ser estabelecido, um ideal para o qual a realidade terá de se dirigir. Denominamos o comunismo o movimento real que supera o estado de coisas atual. As condições desse movimento resultam de pressupostos existentes.

Se a aparência e a essência das coisas coincidissem, a ciência seria desnecessária

Os trabalhadores não têm nada a perder em uma revolução comunista, a não ser suas correntes.

O capitalismo gera o seu próprio coveiro.

O povo que subjuga outro, forja suas próprias cadeias.

Sem sombra de dúvida, a vontade do capitalista consiste em encher os bolsos, o mais que possa. E o que temos a fazer não é divagar acerca da sua vontade, mas investigar o seu poder, os limites desse poder e o caráter desses limites.

O que distingue uma época econômica de outra, é menos o que se produziu do que a forma de o produzir.

A tortura deu lugar às descobertas mecânicas mais engenhosas, cuja produção dá trabalho a uma imensidade de honestos artesãos.

Uma idéia torna-se uma força material quando ganha as massas organizadas.

Os filósofos limitaram-se a interpretar o mundo de diversas maneiras; o que importa é modificá-lo.

A religião é o ópio do povo.

O caminho do inferno está pavimentado de boas intenções.

Tudo o que era sólido se desmancha no ar, tudo o que era sagrado é profanado, e as pessoas são finalmente forçadas a encarar com serenidade sua posição social e suas relações recíprocas.

Os homens fazem sua própria história, mas não a fazem sob circunstâncias de sua escolha e sim sob aquelas com que se defrontam diretamente, legadas e transmitidas pelo passado...

Vamos, caia fora! Últimas palavras são para tolo que não falaram o bastante!

O trabalhador só se sente a vontade no seu tempo de folga, porque o seu trabalho não é voluntário, é imposto, é trabalho forçado.

Os donos do capital incentivarão a classe trabalhadora a adquirir, cada vez mais, bens caros, casas e tecnologia, impulsionando-a cada vez mais ao caro endividamento, até que sua dívida se torne insuportável.

O amor é o meio do homem se realizar como pessoa!

As idéias dominantes de uma época sempre foram as idéias da classe dominante.

Até agora os filósofos se preocuparam em interpretar o mundo de várias formas. O que importa é transformá-lo.
Frases, Pensamentos, Karl Marx
Karl Marx


O trabalho não é a satisfação de uma necessidade, mas apenas um meio para satisfazer outras necessidades.

Se uma pessoa ama sem inspirar amor, isto é, se não é capaz, ao manifestar-se uma pessoa amável, de tornar-se amada, então o amor dela é impotente e uma desgraça.


Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...