Nicolau Maquiavel

Nicolau Maquiavel
Nicolau Maquiavel

Todos vêem o que pareces, poucos percebem o que és.

Toda a ação é designada em termos do fim que procura atingir.

As injúrias devem ser feitas todas de uma só vez, a fim de que, saboreando-as menos, ofendam menos: e os benefícios devem ser feitos pouco a pouco, a fim de que sejam mais bem saboreados.


Quem se torna senhor de uma cidade habituada a viver em liberdade e não a destrói, espere para ser destruído por ela.

Pois o homem que queira professar o bem por toda parte é natural que se arruíne entre tantos que não são bons.

Os homens devem ser adulados ou destruídos, pois podem vingar-se das ofensas leves, não das graves; de modo que a ofensa que se faz ao homem deve ser de tal ordem que não se tema a vingança.

Os homens esquecem a morte do pai antes que a perda do patrimonio.

Os fins justificam os meios.

Para bem conhecer a natureza dos povos, é necessário ser príncipe, e para bem conhecer a dos príncipes, é necessário pertencer ao povo.

Na medida em que o soberano legítimo tem menos necessidades de ofender seus súbditos, é natural que seja por estes mais querido; e, se não tem defeitos extraordinários que o tornem odiado, é perfeitamente natural que o povo lhe queira bem.

Não obstante, o príncipe deve fazer-se temer de modo que, mesmo que não ganhe o amor dos súditos, pelo menos evite seu ódio.

Será preciso, contudo, ser cauteloso com aquilo que fizer, e no que acreditar; é necessário que não tenha medo da própria sombra, e que aja com equilíbrio, prudência e humanidade, de modo que o excesso de confiança não o torne incauto, e a desconfiança excessiva não o faça intolerante.

Em politica, os aliados de hoje são os inimigos de amanhã.

Todos os profetas armados venceram, e os desarmados foram destruídos.

Os preconceitos têm mais raízes do que os princípios.

A ambição é uma paixão tão imperiosa no coração humano, que, mesmo que galguemos as mais elevadas posições, nunca nos sentimos satisfeitos.

Para dizer o que vai acontecer, é preciso entender o que já aconteceu.

(...) Pode-se dizer dos homens, de modo geral, que são ingratos, volúveis, dissimulados; procuram se esquivar dos perigos e são gananciosos.

O desejo de conquista é algo muito natural e comum; aqueles que obtêm êxito na conquista são sempre louvados, e jamais censurados; os que não têm condições de conquistar, mas querem fazê-lo a qualquer custo, cometem um erro que merece ser recriminado.

O homem esquece mais facilmente a morte do pai do que a perda do patrimônio.

Nicolau Maquiavel
Nicolau Maquiavel

(...) todos os príncipes devem preferir ser considerado clementes, e não cruéis. É necessário, contudo, evitar o mau emprego dessa clemência.

Nada é mais difícil de executar, mais duvidoso de ter êxito ou mais perigoso de manejar do que dar início a uma nova ordem de coisas. O reformador tem inimigos em todos os que lucram com a velha ordem e apenas defensores tépidos nos que lucrariam com a nova ordem.



Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...