Provérbios Budistas


budismo, proverbio
Provérbios Budistas
Jamais se extingue o ódio com o ódio. O ódio só se extingue com o amor; esta é a lei eterna

A prática da tolerância ajuda-nos a controlar a mente temerosa e irada

Em qualquer circunstância, o sábio não emprega palavras fúteis, nem se deixa levar pelo desejo; a dor e a alegria não o alteram


A melhor oração é a paciência

Os que não se impacientam colherão os frutos daquilo a que de coração aspiram

Quem não vigia nem é vigiado, vive feliz, liberto do jugo da concupiscência

Os que temem o que não se deve temer e não temem o que se deve temer, envolvem-se em falsas ideias e enveredam por esconsos caminhos

Pela meditação se ganha a sabedoria; pela falta de meditação se perde a sabedoria. Se o homem conhece este duplo caminho de ganho e perda, coloque-se naquele em que a sabedoria aumenta

Quando a alegria se torna tristeza e o bem estar infortúnio, as almas pacientes extrairão prazer mesmo da dor

Pela reflexão, comedimento, auto-domínio, os sensatos podem tornar-se uma ilha que nenhum dilúvio poderá inundar

O ódio é a erva daninha da humanidade

Quem se entrega à vaidade e não se entrega à meditação, com o tempo invejará aquele que se esforçou na meditação

proverbios budistas
Provérbios Budistas


A causa do sofrimento humano encontra-se, sem dúvida, nos desejos do corpo físico e nas ilusões das paixões mundanas

Em qualquer circunstância, o sábio não emprega palavras fúteis, nem se deixa levar pelo desejo; a dor e a alegria não o alteram

Nada mesquinho ou confinado se pode deter sempre no coração que sente ilimitada piedade por todas as coisas vivas




Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...